CONSTRUÇÃO DO REGIMENTO INTERNO

Capítulo 1 – Regimento Interno

Disponibilizamos abaixo o Capítulo I do Regimento Interno da MOSTRA NACIONAL DE DANÇA ESPÍRITA para análise da comunidade espírita de dança

O primeiro capítulo será discutido e construído de forma coletiva ao longo desta semana, através de comentário e sugestões que devem ser postadas aqui, no blog da mostra e e-mails: mostranacionaldancaespirita@gmail.com / pcdanca@gmail.com

A data da reunião virtual para quem quiser colaborar na transcrição e discussão final do Regimento será dia 22 de março, próximo domingo das 21 as 22h via skype (deixar contato os interessados).

Segue Texto Base para Construção Coletiva
Regimento da Mostra Nacional de Dança Espírita

REGIMENTO DA MOSTRA NACIONAL DE DANÇA ESPÍRITA

CAPÍTULO PRIMEIRO – DA DENOMINAÇÃO, DA SEDE, DURAÇÃO E FINALIDADE

Artigo 1°. – A Mostra Nacional de Dança Espírita, também designada pela sigla MNDE, com sede e foro na cidade de Belo Horizonte/MG é um evento nacional, itinerante, sem fins econômicos ou lucrativos de qualquer natureza, apartidário, livre e sem discriminação de qualquer natureza, de duração indeterminada, regido pelo presente Regimento e pelas leis em vigor ao que lhe for aplicável.

Artigo 2°. – A Mostra Nacional de Dança Espírita tem por finalidade difundir o estudo e a prática da dança alicerçada nos princípios espírita-cristãos em todo território nacional, nos âmbitos cênico, educativo e terapêutico e em todas as faixas etárias. Configuram-se objetivos da Mostra Nacional de Dança Espírita:

I. Divulgar a dança sob as luzes da Doutrina Espírita em todo território brasileiro;

II. Difundir a dança nas Federações Espíritas Estaduais e Intermunicipais, nas Casas Espíritas
filiadas ao órgão Federativo do seu respectivo Estado, acontecendo de dois em dois anos de
maneira itinerante;

III. Fomentar, difundir e promover o esclarecimento das federações espíritas estaduais quanto
aos objetivos e finalidades da dança na Casa Espírita, através de aporte teórico e de prática
condizente aos princípios pétreos e norteadores da Doutrina Espírita;

IV. Apoiar iniciativas já existentes em torno da dança espírita nos diversos Estados Brasileiros
incentivando a vinculação do grupo a uma Casa Espírita, a um núcleo de Estudo da Doutrina
Espírita, a um núcleo de trabalho assistencial e a busca constante pelo aprimoramento íntimo
através da vivência espírita-cristã;

V. Incentivar o Estudo da Arte à luz da Doutrina Espírita, do aprimoramento técnico e artístico,
bem como:

a) Estudo sistematizado da Doutrina Espírita (“Espíritas, amai-vos e instrui-vos”);
b) Vinculação a assistência social (“Fora da Caridade não há salvação”); e
c) Ao exercício constante de reforma íntima norte e finalidade maior de todo trabalho artístico e da própria Doutrina Espírita. (“Reconhece-se o verdadeiro espírita pela sua transformação moral, e pelos esforços que faz para domar suas más inclinações”);

VI. Reunir grupos espíritas de dança de todo Brasil, propiciando a troca de ideias e experiências, promovendo a unificação dos grupos, respeitando o livre arbítrio, a diversidade de manifestações e primando pela pureza doutrinária;

VI. Fomentar o estudo e a prática da dança sob a ótica da Doutrina Espírita, através de práticas
que estimulem a apreciação, a criação, a performance e a produção teórico-reflexiva sobre essas práticas dentro do âmbito do movimento espírita;

VII. Introduzir a arte, como elemento de formação, dentro do processo de Educação do Espírito, não importando a idade, o sexo, o grupo de estudo e trabalho que pertença na casa espírita, sendo vedado qualquer tipo de discriminação;

PARÁGRAFO PRIMEIRO – Representam também finalidades da MNDE, doações de recursos
físicos, humanos e financeiros:

I. Levantar e coletar informações e dados doutrinários, culturais e científicos para apresentações da dança espírita, defendendo os princípios básicos da Doutrina dos Espíritos, baseados nas obras de Allan Kardec, e garantindo os direitos artísticos/dança nas casas espíritas;

II. Motivar e estabelecer convênios com entidades governamentais ou não governamentais nacionais e estrangeiras nos âmbitos espírita, cultural, científico, educacional e congêneres, com interesses similares à Mostra Nacional de Dança Espírita, para o desenvolvimento de projetos comuns, troca de informações, tecnologias e conhecimentos, para a realização de atividades sempre ligadas ao interesse da MNDE;

III. Contribuir para difusão e fortalecimento da dança à luz da Doutrina Espírita em todo território brasileiro;

IV. Incentivar o voluntariado nas ações de caráter espírita;

V. Promover o intercâmbio com entidades que compartilhem dos mesmos ideais.

MNDE inicia a construção de seu Regimento Interno

Equipe de Coordenação Geral da III Mostra Nacional de Dança Espírita convida comunidade de artistas espíritas da dança para a Construção Coletiva do seu Regimento Interno

construindo-parede-de-tijoloÉ com muita alegria, que convidamos todos aqueles que militam na dança espírita, para a construção coletiva do Regimento Interno da Mostra Nacional de Dança Espírita.

O que é um Regimento Interno?

Regimento interno é um conjunto de regras estabelecidas por um grupo para regulamentar o seu funcionamento. Podendo ser usado em diversas atividades, nos mais variados campos, seja do Poder Público, seja na iniciativa privada, tem uma importância bastante destacada nos tribunais.

Nada impede que qualquer organização, com ou sem fins lucrativos, baixe um regimento interno (ou regulamento interno) para estabelecer regras que devem ser obedecidas em seu interior. É uma norma interna, não aplicável a pessoas não pertencentes a essa organização, pois não tem o caráter de lei de cumprimento obrigatório a todos.

 

 

Por que a Mostra Nacional de Dança Espírita precisa de um Regimento Interno?

 

Estamos caminhando para a 3ª edição da Mostra Nacional de Dança Espírita, que teve seu início em 2012 em Vitória/ES. A cada dois anos, muda-se parte os componentes da coordenação geral, que por motivos pessoais não conseguem continuar no trabalho. Dessa forma, muitas conquistas em relação ao trabalho se perdem; muitos erros cometidos acabam ocorrendo de novo, pois não há um documento que regule como o trabalho deve ocorrer, quais etapas devem ser seguidas.

Pensamos também, que a Equipe que hoje trabalha é transitória. Precisamos deixar algo escrito para os que virão, para que não reiniciem o trabalho novamente, mas pelo contrário, que ele seja aprimorado cada vez mais e siga sempre fidedigno aos ideais pelo qual foi criado.

Outro ponto importante – não queremos com isso “engessar” o trabalho que é realizado na MNDE com um tanto de regras que mais atrapalhem do que realmente contribuam, porém trabalhar com a ausência “total” de regras não é algo producente.

Dessa forma, a Equipe de Coordenação Geral – 2015 colocou como ponto primordial, finalizarmos este ano com um Regimento Interno  que regule questões como:

  • Quais os objetivos da MNDE?; Quem deve zelar para que eles sejam cumpridos?
  • Como ela ocorrerá? A cada dois anos? Como será a votação para a cidade sede? Quem pode se candidatar?
  • Quais os critérios para ser um trabalhador da Coordenação Geral? Que responsabilidades cada cargo/função exige?…entre outros.

 

Como se dará a Construção do Regimento Interno da MNDE? Quem pode participar?

 

Pensamos numa construção coletiva, com a participação de toda comunidade da dança espírita brasileira. Dessa forma, qualquer pessoa que atue no movimento espírita de dança pode contribuir. Toda ajuda é bem vinda.

Há algumas pessoas dentro da Coordenação Geral que já estão trabalhando na escrita do Regimento Interno desde o ano passado. Então vamos entender passo a passo como se dará o trabalho:

1. A Equipe de coordenação responsável faz um esboço do Capítulo I.

2. Este documento será amplamente divulgado no blog, nas fan pages da Dança Espírita, bem como no grupo de e-mails “Sapatilha”.

3. Os interessados em participar leem o documento e enviam sugestões de correções, mudanças ou acréscimos de parágrafos. Este documento será discutido no grupo virtual SAPATILHA (grupos de e-mails do yahoo).

4. A cada 15 dias, todos os interessados se reúnem e é apresentada uma nova proposta com correções e mudanças para aprovação numa reunião via skype – domingo 21 horas.

5. O capítulo em questão é discutido, corrigido e aprovado pelos presentes. Pessoas que ajudaram a escrever, mas que não estiverem presentes no dia da reunião, não poderão refutar a escrita final do mesmo.

6. Na próxima semana outro capítulo é disponibilizado e inicia-se o processo novamente que será finalizado em 15 dias.

Dessa maneira, acreditamos que todos terão oportunidade de participar, dar sua opinião e ajudar a construir um trabalho que é da Dança Espírita Brasileira.

Já adiantamos que estamos muito felizes com o interesse e manifestação de pessoas de todo o Brasil querendo compor este grupo de pessoas que terá muito trabalho pela frente.

Interessados podem entrar em contato:

E-mail: mostranacionaldancaespirita@gmail.com / pcdanca@gmail.com (A/C Paulo Cézar)

Grupo Sapatilha: https://br.groups.yahoo.com/neo/groups/sapatilha/info  (para ser membro do grupo/enviar solicitação)

2º Encontro Nacional de Arte Espírita

Lançado o site oficial do 2º ENARTE – Encontro Nacional de Arte Espírita realizado pela Abrarte Arte Espírita em parceria com o Movimento Nacional de Dança Espírita e com a USE – União das Sociedades Espíritas do Estado de São Paulo. O Evento acontecerá em São Paulo no período entre os dias 26 e 29 de maio de 2016.

III Mostra Nacional de Dança Espírita

XIII Fórum Nacional de Arte Espírita

girassol humanoArtistas espíritas de diferentes atuações nas diversas regiões do país reúnem-se com o intuito de promover a troca de experiências, reflexões, estudo doutrinário e busca pelo aperfeiçoamento do fazer artístico espírita.

O II Enarte ocorrerá em regime integral durante o feriado de Corpus Christi de 26 a 29 de maio de 2016 na cidade de São Paulo.

Durante o evento ocorrerão atividades de estudo doutrinário relacionado à prática artística espírita, oficinas de qualificação técnica, apresentações artísticas e painéis de socialização de experiências do movimento espírita de arte.

O evento tem como público-alvo: artistas espíritas, evangelizadores, coordenadores e dirigentes de instituições interessados em conhecer a prática artística espírita.

Obs.: Considera-se “Artista Espírita” o indivíduo declaradamente espírita que desenvolva atividades artísticas de caráter amador ou profissional, em uma ou  mais linguagens artísticas. (música, dança, teatro, artes visuais, fotografia, áudio-visual, circo, poesia, etc)

O II Enarte é um evento de realização da Abrarte  com a parceria fundamental do Movimento Nacional de Dança Espírita e da União da Sociedades Espíritas do Estado de São Paulo, não possuindo qualquer caráter de competição.

http://enarte2016.blogspot.com.br/2015/02/ii-encontro-nacional-de-arte-espirita.html?spref=fb

A III MOSTRA NACIONAL DE DANÇA ESPÍRITA já está em construção

em_construcao
Coordenação Geral já deu início a trabalhos para a III MNDE

A Equipe de Coordenação Geral já deu início aos primeiros trabalhos para a III MNDE.  A primeira boa notícia é que a equipe tem se renovado com a chegada de novos integrantes, a segunda boa notícia é que as portas continuam abertas à todas aqueles que tenham vontade de colaborar em qualquer setor de trabalho da Mostra Nacional de Dança Espírita e a terceira e melhor notícia é o excelente salário – trabalhar na Seara de Jesus!

 

Em breve, traremos notícias sobre assuntos diversos:

  • São Paulo –  a cidade sede ( quem sabe, conseguimos uma entrevista com o Lirálcio);
  • GEPEDE – Grupo de Estudos e Pesquisa de Dança Espírita ;
  • Construção do Estatuto da Mostra Nacional de Dança Espírita;
  • ….entre outros…

Como estão vendo, há muito a ser feito. Precisamos de ajuda pessoal! Em algum lugar cabe a tua mão, a tua cor, a tua voz. Toda ajuda é bem vinda. Quer ajudar? Mande-nos um e-mail. Junte-se a nós!